;

Notícias

  1. CRO RN
  2. Notícias

Candidato do PSOL pretende dobrar as equipes do PSF

O candidato do PSOL , Sandro Pimentel, apresentou na última quinta-feira, no CRORN, as suas propostas para administrar Natal, dando ênfase a saúde e prometendo dobrar o número de equipes do Programa Saúde da Família. Segundo ele, a saúde pública do município está na UTI e quase enterrada pela irresponsabilidade e o “descompromisso” do atual governo municipal e dos outros que o antecederam.

Encerrando a série de encontros da odontologia com os candidatos a prefeito de Natal, nesta sexta-feira, dia 26, o último candidato, Pedro Quithé, terá a oportunidade de apresentar suas propostas para a categoria.

“Para se ter uma idéia como a situação é grave na saúde do município, durante três anos, 2004, 2005 e 2006, as contas da secretaria municipal de Saúde foram reprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde”, afirmou o candidato. “Isso mostra que os recursos públicos que seriam destinados à saúde não estão sendo gastos como deveriam.”

Para Pimentel, o próximo prefeito, e ele espera ser ele, vai precisar aplicar um choque de gestão e de compromisso social com a saúde. “Mas isso só será possível se houver o envolvimento de todas as categorias, dos conselhos de classe, dos movimentos sociais organizados, os sindicatos, as entidades, o profissionais técnicos das áreas, os pesquisadores, os especialistas”, explicou o candidato, que também acredita ser necessário um processo de motivação.

“Então, o desafio que o prefeito tem é de motivar tanto os profissionais da odontologia, sejam os cirurgiões-dentistas, os auxiliares, como também motivar os médicos, os outros servidores e o conjunto da sociedade a acreditar que o serviço público precisa funcionar”, disse Pimentel.

“A sociedade precisa entender que só existe desenvolvimento com equilíbrio social se o serviço público de um modo em geral estiver em pleno funcionamento, mas isso também só acontece se o gestor for compromissado com o serviço público e não fizer, por exemplo, o que os governantes têm feitos”, explicou o candidato do PSOL, dando um exemplo da educação, onde nas escolas do município a disciplina de Educação Física foi retirada como obrigatoriedade.

Ainda na área de saúde, Pimentel criticou o fechamento da clínica Odontológica de Igapó, que “tinha inclusive odontopediatria, ou seja, atendia adultos e crianças”.

Segundo Pimentel a situação é tão grave na área da saúde, que constantemente as unidades estão sendo fechadas Conselho Regional de Medicina. “Elas estão sendo interditadas por falta de condições técnicas, de estruturas e operacionais”, afirmou o candidato, chamando a atenção para a falta de compromisso do atual governo municipal com a saúde e com o serviço público de um modo geral.

Entre algumas propostas do PSOL para a saúde bucal e as demais áreas, Pimentel ressaltou o seu compromisso de dobrar as equipes do PSF, “porque entendemos que só existe saúde de qualidade se tiver um tratamento digno, se tiver um tratamento exclusivo, prioritário para a prevenção”.

Segundo o candidato, todo mundo sabe que a prevenção é muito mais econômica que a saúde curativa. “O custo da saúde preventiva é três vezes menos do que a saúde curativa, mas infelizmente, a segunda está em primeiro plano para a política dos governantes”, afirma Pimentel.

E ele explica: “ A saúde curativa possibilita aos governantes incutir na cabeças das pessoas que elas passam a dever um favor ao município, o que não é verdade, passam também a ficar subordinadas a determinados cabos eleitorais que conseguem ambulâncias, algum tipo de serviço no bairro, e consegue também colocar dinheiro no bolso”. E concluir que “a medicina curativa é mais cara, e sendo ela mais, é mais rentável aos cofres e bolsos de muitas pessoas”.

O candidato do PSOL ainda prometeu melhorar o atendimento na rede municipal de saúde, aumentando as equipes de saúde bucal, informatizando os postos, bem como criando o programa municipal Sorriso Saúde para levar às escolas equipes para ministrar palestras educativas de valorização da saúde bucal, ensinando as crianças de como devem escovar e cuidar dos dentes, além de aplicação de flúor.

“As equipe vão rodar nas escolas mensalmente, e para isso nós vamos propor parceria, além de parcerias com as cooperativas dos profissionais, com os conselhos, vamos também fazer parcerias com as universidades para que os alunos possam ter contato direto com a sociedade”, explicou Pimentel.

Ele entende que a parcerias com as universidades para ceder alunos para op programa vai ajudar na formação de um profissional mais social e não apenas um tecnocrata. “Acho que o profissional deve ter formação acadêmica e também a formação social”, afirmou Pimentel, que também pretender criar a disciplina de Saúde Preventiva nas escolas de ensino básico, contemplando a a educação sexual e reprodutiva, o planejamento familiar e a saúde bucal.

O candidato do PSOL também quer resgatar a fluoretação da água em Natal, alegando que faz exatamente 11 anos que o “governo cometeu o crime de retirá-la. “ E todo mundo sabe que isso prejudica diretamente a saúde bucal.”

O encontro com a odontologia do candidato do PSOL terminou com o SOERN ( Sindicato dos Odontologista do RN) entregando um documento com as reivindicações da categoria e para a melhoria da saúde bucal no município. Pimentel por sua vez entregou o seu livro com as propostas do PSOL para administrar Natal. O tesoureiro do SOERN, Humberto Dantas, e o conselheiro do CRO-RN, Eduardo Freire, representaram os presidentes das duas entidades.

Outras Notícias