;

Notícias

  1. CRO RN
  2. Notícias

Fiscalização do CRO-RN interditou um consultório e o setor de expurgo da Policlínica Oeste em Natal

Fiscalização do CRO-RN interditou um consultório e o setor de expurgo da Policlínica Oeste em Natal
O setor de Expurgo está com infiltrações nas paredes e teto; auxiliares reclamam do ambiente

O CRO-RN interditou na manhã de terça-feira, 9, um consultório e o setor de expurgo da Policlínica Oeste, na rua Pernambuco, no bairro da Cidade da Esperança, em Natal.

A equipe de Fiscalização composta pelas conselheiras Cristiane Mafra e Jane Nóbrega visitou também o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), que funciona no mesmo prédio, onde foram encontrados alguns insumos odontológicos com datas de validades vencidas.

“As Interdições Éticas de um consultório odontológico e da sala de expurgo da Policlinica Oeste ocorreram devido a presença de condições insalubres nestes ambientes, inviabilizando a realização de atividades dos profissionais de Odontologia”, explicou a conselheira Jane, presidente da Comissão de Fiscalização do CRO-RN.

Segundo a gestão da Policlínica, o consultório já estava sem funcionar há um ano e a equipe de Saúde Bucal está atendendo numa das quatros cadeiras do CEO.

No CEO, além dos insumos vencidos, a fiscalização do CRO-RN encontrou um foco inicial de mofo no teto da ampla sala que abriga quatro cadeiras odontológicas, sem paredes ou divisórias entre elas.

Segundo a conselheira Jane, o ideal seria colocar divisórias entre as cadeiras para garantir a privacidade dos pacientes e dos profissionais de Odontologia em atendimento.

A gestão da Policlínica informou que já tinha informado da situação do consultório e do expurgo para a secretaria Municipal de Saúde por mais de uma vez.

Já uma dentista que trabalhou na Policlínica informou que o consultório da unidade está sem funcionar há dois anos.

Neste consultório existem duas cadeiras, mas a gestão da Policlínica Oeste explicou que uma delas será retirada, já que ela foi trocada por uma nova.

As infiltrações no consultório e no banheiro anexo são extensas, chegando na parede externa, onde os pacientes aguardam num banco para ser atendidos.

Como não há atendimento neste consultório, as pessoas que vão ser atendidas na policlínica ficam neste banco aguardando a serem chamadas para as consultas médicas.

Confira a galeria de fotos clicando aqui

Outras Notícias